Pilates: benefícios essenciais para os 60+

Professora explica benefícios da prática para os mais velhos, presencial ou online.

Será que existe uma idade ideal para começar uma nova atividade física? Os especialistas garantem que não e que nunca é tarde para começar a fazer exercícios. Mas, o ideal é que você seja orientado por professor qualificado, especialmente se você já tiver passado dos 60 anos.

Em São Paulo, encontramos a profissional Suzana Andersen, 57 anos, que falou com entusiasmo sobre seu trabalho com o Pilates. “Com a prática o corpo simultaneamente fica mais forte, porém flexível, ficando mais ágil, protegendo as articulações e garantindo ao aluno uma qualidade de vida melhor”, explica Suzana.

Bailarina e professora de Pilates desde 1993, quando a modalidade era pouco conhecida no Brasil, sua professora Ruth Rachou, de forma pioneira, trouxe dos Estados Unidos 11 camas de Pilates. Suzana também trabalha em seu próprio estúdio com aulas não só de Pilates solo, com aparelhos e aéreo, como também com aulas de dança, sempre para pequenos grupos.

Suzana enumera os benefícios do Pilates para todas as idades, para homens e mulheres, mas especialmente para os mais velhos. O treinamento trabalha a respiração a partir da estabilização do corpo. O fortalecimento do cinturão e da pelve (“power house” como referido por Joseph Pilates) garante uma boa postura na execução dos movimentos e mantém o corpo jovem nas suas funções. O fortalecimento do assoalho pélvico, por exemplo, ajuda a evitar a incontinência urinária, problema comum na vida de muitos idosos.

O Pilates não é uma forma de ginástica, e isso é o que a torna tão especial e atrativo para o público 60+: “É um treinamento corporal a partir de movimentos fluidos, com foco nos músculos do centro do corpo, respiração, concentração. Assim, conseguimos estabilizar a coluna vertebral, havendo uma melhor postura e um ganho de consciência corporal”, destaca a professora.

Nesse momento de isolamento social, a professora Suzana aderiu ao Zoom e começou a dar aulas online, especialmente para atender quem tem mais idade e que deve continuar evitando sair de casa enquanto não for totalmente seguro. O que ela sabe e recomenda é que “de um modo ou de outro, sempre com segurança, o importante é não interromper a rotina de exercícios”.

7 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *