Orgulho Prateado: campanha contra o preconceito

A iniciativa tem como objetivo reduzir a discriminação contra a pessoa idosa.

A USP Aberta à Terceira Idade, UATI, junto à Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, criou a campanha Orgulho Prateado para conscientizar e combater o preconceito etário que atinge hoje os idosos no Brasil, podendo causar isolamento social, depressão, demência e até a redução na expectativa de vida.

“As duas formas mais efetivas de combater o preconceito são educar a população e estimular atividades intergeracionais”, destaca Egídio Lima Dórea, Coordenador da UATI.

Para lançar a campanha foi criada uma agenda especial entre os dias 28 de outubro e 1º de novembro com atividades esportivas no Centro de Práticas Esportivas (Cepê) e na Raia do campus da USP na capital. Em paralelo, o Simpósio sobre Ageismo e Direitos Humanos vai acontecer no Centro Universitário Maria Antônia no dia 30.10 e o Simpósio “Orgulho Prateado – Rompendo Estereótipos” será na Unibes Cultural, também na capital no dia 31.10.

Uma hashtag, #orgulhoprateado2019,  será lançada para que os idosos expressem e denunciem se sofreram algum tipo de preconceito de idade. “Só assim conseguiremos entender como e em que nível o ageismo está acontecendo”, conta Dórea.

Para maiores informações, clique aqui.

Campanha Orgulho Prateado
Universidade de São Paulo – Campus capital
Praça Professor Rubião Meira, 61 – Vila Universitária, São Paulo – SP
Dias 28.10 a 01.11

Simpósio sobre Ageismo e Direitos Humanos
Centro Universitário Maria Antônia
Rua Maria Antônia, 258/294 – São Paulo/SP
Dia 30.10 às 14hs

Simpósio “Orgulho Prateado – Rompendo Estereótipos”
Unibes Cultural
Rua Oscar Freire, 2500 – São Paulo/SP
Dia 31.10 às 10h

20 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *